3 months ago

a  poética da esperança.

~à luz do novo~

a  poética da esperança.

~à luz do novo~

1 year ago 1 year ago

Fragmento de mim que, levemente, escorre sobre o chão e perpassa, camada por camada, gota por gota, a terra insossa e árida que havia. 
:)
sal&luz

Fragmento de mim que, levemente, escorre sobre o chão e perpassa, camada por camada, gota por gota, a terra insossa e árida que havia.

:)

sal&luz

1 year ago
Faz de conta.

”(…) faz de conta que ela não ficava de braços caídos de perplexidade quando os fios de ouro que fiava se embaraçavam e ela não sabia desfazer o fino fio frio, faz de conta que ela era sábia bastante para desfazer os nós de corda de marinheiro que lhe atavam os pulsos (…)”

Clarice Lispector

~ pois agora mansamente, embora de olhos secos, o coração estava molhado ~

1 year ago

(DUARTE JR,João-Alfredo. Por que arte-educação? Campina, Papirus. 1991)

#ArteEducação :)

(DUARTE JR,João-Alfredo. Por que arte-educação? Campina, Papirus. 1991)


#ArteEducação :)

2 years ago

”[…] sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes […]”
Clarice Lispector

”[…] sou caleidoscópica: fascinam-me as minhas mutações faiscantes […]”

Clarice Lispector

2 years ago

Criatura criadora, assim me fiz. Entre cores, sabores e dores sou poeta do vazio. Expresso em inaudíveis palavras e ilegíveis sons os barulhos do ser, do vir a ser, do crescer, do querer ser.
Sou.
sm
sons de mim.

Criatura criadora, assim me fiz. Entre cores, sabores e dores sou poeta do vazio. Expresso em inaudíveis palavras e ilegíveis sons os barulhos do ser, do vir a ser, do crescer, do querer ser.

Sou.

sm

sons de mim.

2 years ago

"Pela igreja, pelos jovens, pelos homens, me consumirei…" =)


2 years ago

"Onde a brasa mora e devora o breuComo a chuva molha o que se escondeu.O seu olhar, seu olhar melhora, melhora o meu…”
O seu olhar - Ceumar
-
horizontes de sentido.

"Onde a brasa mora e devora o breu
Como a chuva molha o que se escondeu.
O seu olhar, seu olhar melhora, melhora o meu…”

O seu olhar - Ceumar

-

horizontes de sentido.

2 years ago

"Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras. Sou irritável e firo facilmente. Também sou muito calma e perdôo logo. Não esqueço nunca. Mas há poucas coisas de que eu me lembre.”
Clarice Lispector
-
verdades de mim.

"Olhe, tenho uma alma muito prolixa e uso poucas palavras. 
Sou irritável e firo facilmente. 
Também sou muito calma e perdôo logo. 
Não esqueço nunca. 
Mas há poucas coisas de que eu me lembre.”

Clarice Lispector

-

verdades de mim.


Chalk Board theme